Portuguesa vence o Madureira no Aniceto Moscoso e se classifica para a semifinal



Jogo equilibrado e Portuguesa abre o placar

O jogo começou muito disputado, com ambas as equipes correndo atrás do resultado. Precisando da vitória, o time do Madureira parecia bastante nervoso e acabou pagando por isso aos 24 minutos quando o zagueiro Daniel acabou levando o segundo cartão amarelo e consequentemente o vermelho. A vantagem numérica deixou a Lusa mais solta em campo e criando as melhores jogadas. O Tricolor Suburbano até tentava pressionar, mas parecia muito afoito e pouco criava chances de gol. Aos 39, a Lusa abriu o marcador com um lindo gol. Lucas Tavares se livrou da marcação, avançou e cruzou para a área. Diego Maia emendou, sem deixar a bola cair e acertou um golaço, sem chances de defesa para Jonathan. Madureira volta melhor, mas Portuguesa aproveita vantagem numérica para ampliar Na volta do intervalo, o Madura veio mais organizado e mostrando bastante disposição, pressionava os visitantes em seu campo. Com muita solidez defensiva, os comandados de Didinho não davam chances para o Madureira chegar ao empate. Aproveitando a vantagem numérica e no placar, a Lusa jogava em contra-ataques rápidos para tentar matar o jogo. Mas foi no talento individual de Allan que o time insulano chegou ao seu segundo gol. Numa falta no canto esquerdo, próximo a entrada da área, o artilheiro lusitano cobrou com muita categoria e a bola entrou na gaveta de Jonathan. Mais um golaço da Lusa: 2 a 0 no placar. O segundo gol acabou relaxando a Portuguesa e o Tricolor que estava pressionando desesperadamente acabou diminuindo três minutos depois. Leandro Chaves cobrou falta pela esquerda e Rezende deu um leve toque para emendar pro fundo do gol. Os últimos minutos foram de muita emoção com o Madureira tentando a todo custo empatar o jogo e a Lusa se defendendo como podia. Rezende, autor do gol do Madureira, acabou expulso nos acréscimos e o Tricolor Suburbano não conseguiu o empate. Melhor para a Zebra que fechou a segunda fase na liderança do grupo e, além de se classificar para a semifinal, decide em casa. A Portuguesa volta a campo no próximo final de semana para o primeiro jogo da semifinal. O adversário será definido na próxima segunda-feira. Já o Madureira só volta atuar em jogos oficiais no ano que vem. A estreia do Madura no Cariocão será diante do Vasco da Gama no Estádio de São Januário.

MADUREIRA 1 – 2 PORTUGUESA Estádio Aniceto Moscoso – Rio de Janeiro, RJ Copa Rio 2015 – 2ª Fase

MADUREIRA: Jonathan; Boiadeiro (Juninho, 32’/2ºT), Daniel, Leozão e Rezende; Gilson, Ramon e Leandro Chaves; Arthur Faria, Gustavo (André Paulino, 35’/1ºT) e Geovane Maranhão (Bruno, intervalo). Técnico: Antonio Carlos Roy.

PORTUGUESA: Luciano; Pessanha, Allan Miguel e Lucas Tavares (Adriano, 20’/2ºT); Belarmino, Alexandre Carioca, Silvano e Diego Maia; Claudio Pagodinho (Romarinho, 35’/2ºT), Allan e Bruno Andrade. Técnico: Didinho.

Árbitro: Rodrigo Carvalhaes de Miranda Assistentes: Michael Correia e Thiago Henrique Neto Corrêa Farinha

Cartões amarelos: Boiadeiro, Daniel, Ramon e Arthur (MAD); Luciano, Pessanha, Diego Maia e Adriano (POR) Cartões vermelhos: Daniel, 24’/1ºT; Rezende, 48’/2ºT (MAD) Gols: Diego Maia, 39’/1ºT (0-1); Allan, 32’/2ºT (0-2); Rezende, 35’/2ºT (1-2)

#Portuguesa #Madureira #CopaRio #vitoria

Posts recentes

Ver tudo

SINTONIZE AS

NOSSAS RÁDIOS

NO AR | Web Rádio Jovem Carioca