Em partida veloz, Itaboraí e Nova Iguaçu ficam no empate



Emoção não faltou na primeira partida da final da Taça Santos Dumont, o primeiro turno da Série B do Estadual, na nublada tarde desta quarta-feira (27). Com um gol em cada tempo, Itaboraí e Nova Iguaçu empataram no Estádio Alziro de Almeida. Um novo empate garante o título à Laranja da Baixada Fluminense, no sábado, no Jânio Moraes.

Itaboraí abre o placar em escanteio

Apesar de atuar longe de seus domínios, o Nova Iguaçu começou a partida com mais posse de bola volume de jogo. Contudo, o Itaboraí saía para o ataque e levava mais perigo. Aos dez minutos, Willian Bersan invadiu a área, mirou o ângulo e bateu colocado para uma grande defesa de Jefferson. A Laranja da Baixada Fluminense respondeu em sequência, quando o lateral-esquerdo Lucas cruzou e o goleiro Dida se atrapalhou; o zagueiro Neuhaus tirou na risca.

Após o tempo técnico, o duelo caiu de produção. Porém, a Águia da Região Metropolitana seguiu levando perigo em seus ataques. Na marca dos 37 minutos, Peterson colocou na área, a bola passou por todo mundo e, quando ia entrando, Bruno Simões colocou para escanteio. Jeferson cobrou e Victor Silva cabeceou à direita para abrir o placar: 1 a 0 ADI.

Schwenck empata em cobrança de pênalti

A partida, na volta do intervalo, seguiu equilibrada. O Nova Iguaçu deu a primeira cartada aos 12 minutos, onde Schwenck se antecipou ao cruzamento de Marlon e mandou por cima. O camisa 9 iguaçuano novamente levou perigo aos itaboraienses minutos depois num forte chute de média distância, mas o goleiro Dida foi certeiro e defendeu.

Por sua vez, o Itaboraí respondeu aos 17 minutos. Na ocasião, Caio Cezar lançou Rodrigo Fumaça e a bola sobrou para Willian Bersan, que finalizou com muito perigo. No lance seguinte, Jeferson arrematou forte e o arqueiro Jefferson novamente salvou a pátria da Laranja da Baixada.

Depois de passar boa parte do duelo acuado, o Nova Iguaçu começou a se soltar na segunda metade do segundo tempo. Aos 31, Glauber mandou uma bomba que explodiu no travessão de Dida e sobrou para Adriano, que mandou rente a trave esquerda. Até que nos 39 minutos jogados, Marquinhos cobrou escanteio na área e Victor Silva colocou o braço na bola: pênalti indiscutível. Artilheiro da competição, Schwenck chamou a responsabilidade e deu número finais: 1 a 1.

Fonte: Super Gol

Foto: Bernardo Gleizer/NIFC

#ADItaboraí #novaiguaçu #2016 #SérieB #CampeonatoCarioca2016

SINTONIZE AS

NOSSAS RÁDIOS

NO AR | Web Rádio Jovem Carioca