Com gols na segunda etapa, Voltaço supera Resende e é campeão da Taça Rio



Pode soltar o grito de campeão, torcedor do Tricolor de Aço! Em São Januário, nesta tarde (1º), o Volta Redonda encarou o Resende, venceu por 3 a 0 e conquistou com ineditismo a Taça Rio. Os gols do triunfo da equipe do técnico Felipe Surian saíram dos pés de Dija Baiano, Bruno Barra e, para variar, do artilheiro Tiago Amaral. Com isso, a segunda vaga para a Série D do Brasileirão foi para o Boavista, 6º colocado do Estadual.

Nada de bola na rede

O duelo começou equilibrado e bastante estudado por amos os times. Passando o maior tempo com a bola, o Volta Redonda teve a primeira chance quando Marcelo chutou rente a trave de Arthur, aos 10 minutos. Após o tempo técnico, o Resende sentiu o gosto do gol, porém anulado. No lance, aos 22, Marcel alçou na área em cobrança de falta, Jhulliam cabeceou para o meio e Robinho completou para a rede; antes, a arbitragem já havia assinalado a irregularidade.

O Voltaço deu o troco em boa jogada de Niltinho. Ele avançou pela direita, invadiu a área e bateu cruzado, mandando para fora. Aos 37 minutos, foi a vez do Gigante do Vale novamente ir ao ataque e ficou perto de abrir a contagem. Wandinho tocou para Jhulliam, que cortou a marcação e bateu colocado; Mota foi lá e espalmou para assegurar o 0 a 0 na etapa inicial.

Voltaço encontra o caminho da rede e ergue a taça

Na volta dos vestiários, o jogo seguiu com o mesmo panorama. Assim como no primeiro tempo, a primeira oportunidade clara de gol foi do Volta Redonda, na marca dos 14 minutos. Niltinho fez jogada pela direita e tocou para Marcelo, que rolou para Tiago Amaral. Na entrada da área, o camisa 9 encheu o pé e carimbou o travessão resendense.

O lance animou o Tricolor de Aço, que se manteve atacando… E o gol saiu. Aos 17, Léo Silva recuou muito mal, Dija Baiano estava ligado no lance, carregou a bola, driblou o goleiro Arthur, completou para o fundo do gol e correu para o abraço. Por sua vez, o Resende corria contra o prejuízo. O técnico Marcelo Cabo colocou o atacante Borja e o time até chegava na área rival, mas todas rechaçadas pela defesa.

O tempo avançava e o Volta Redonda passava a apostar nos contra-ataques. Desta forma, aos 44, Bruno Barra experimentou chute de longe e acertou o ângulo do goleiro Arthur, que nada pôde fazer. No último minuto, deu tempo para a consagração do artilheiro Tiago Amaral, que aproveitou jogada de velocidade e deixou o seu 9º gol no Campeonato Carioca: 3 a 0, resultado final e muita fez em São Januário.

Fonte: Super Gol

Foto: Emerson Pereira

#VoltaRedonda #Resende #2016 #TaçaRio #CampeonatoCarioca2016 #Cariocão

SINTONIZE AS

NOSSAS RÁDIOS

NO AR | Web Rádio Jovem Carioca