Depois da tempestade, vem... Tigres e Cabofriense fazem jogo com chuva de gols



Após a partida ter sido adiada em um dia por conta do temporal que caiu sobre Xerém na última quarta-feira, uma chuva de gols tomou conta do Estádio de Los Larios na estreia de Tigres do Brasil e Cabofriense na 1ª fase do Estadual da Série A.

A partida iniciada às 10h desta quinta-feira (12) teve o primeiro tempo inteiramente dominado pela Cabofriense, que atuava como se estivesse em casa. A equipe mandante pouco produzia e parava no próprio campo defensivo por conta da forte marcação do oponente. O Tricolor Praiano criou várias chances de gol. A mais clara foi aos 24 minutos com o atacante Sabão, que fintou dois marcadores, o goleiro e chutou para o gol vazio. Em sensacional recuperação, o zagueiro Zucki salvou em cima da linha. Aos 42, outra bia chance, de novo com Sabão, que partiu da esquerda, driblou o marcador, entrou na grande área e foi fominha. Acabou perdendo a bola para desespero de Rafael Souza, totalmente livre e pronto para marcar.

Na segunda etapa, o panorama inverteu-se. O Tigres do Brasil colocou as garras para fora e sufocou a Cabofriense. Aos 6 minutos, o primeiro gol. Pela esquerda, Paulo Victor cruzou e Nubio aproveitou rebote para escorar. A pressão do Tigres não diminuiu e, aos 18 minutos, Claudinho aproveitou o rebote do goleiro George, após chute forte de Rodrigo Iuri pela direita, fintou o zagueiro e colocou no canto esquerdo do arqueiro.

Após o tempo técnico, o treinador da Cabofriense colocou em campo o atacante Max, responsável direto pelos gols do empate. Após “abrir o parquinho”, o goleiro Santiago abusou da sorte e perdeu a redonda para Max, que foi derrubado pelo arqueiro a dois passos da área. O árbitro marcou a falta, mas não expulsou o goleiro. Aos 26, Pedro cobrou no ângulo esquerdo do gol e diminuiu. O time da Região dos Lagos se animou e partiu para o empate. Aos 34, pelo meio, Leandro lançou Max entre os zagueiros. O atacante avançou e colocou no canto direito após a saída do goleiro. Após o empate, a preparação física prejudicada pelo adiamento da partida e remarcação para a manhã do dia seguinte foi determinante para que mais nada acontecesse na partida.

Ficha Técnica Tigres do Brasil 2x2 Cabofriense 1ª Fase – Campeonato Estadual – Série A – 12/01/2017 – 10h Estádio de Los Larios

Árbitro: Mauricio Machado Coelho Junior Assistentes: Marcio Moreira de Queiroz e Ivan Silva Araujo

Tigres do Brasil: Santiago; Edilson, Oliveira, Rafael Zuchi e Paulo Victor (Oziel); Diego Paulista, Claudinho (Eberson), Gean (Rodrigo Iuri), Ramon; Nandinho e Núbio. Técnico: Felipe.

Cabofriense: George; Pedro, Douglas Assis, Leandro Euzébio e Leandro; Régis, Diego (Gama), Levi (Rafael Sayão) e Matheus Leandro (Max) ; Sabão e Rafael Souza. Técnico: Antônio Lopes Júnior.

Cartões amarelos: Éberson, Santiago e Oliveira (ECTB); Diego e Leandro Euzébio (ADC).

Foto: Marcos Faria

#2017 #CampeonatoCarioca2017 #Cariocão #TigresdoBrasil #Cabofriense #SérieA

SINTONIZE AS

NOSSAS RÁDIOS

NO AR | Web Rádio Jovem Carioca