Marlim Azul se mantém em águas tranquilas e complica o Leão



Na tarde desta quarta-feira (22), a equipe da Cabofriense conquistou seus objetivos dentro do Grupo X do Cariocão. O Tricolor Praiano foi até a Rua Bariri para encarar o Bonsucesso e conseguiu a vitória pelo placar mínimo. O gol marcado por Sabão, garantiu o time de Cabo Frio na Série A de 2018.

Início equilibrado e nenhum gol

O jogo começou bem movimentado. Aos 6 minutos, o Leão da Leopoldina quase marcou com Jussa que tirou a marcação e chutou para boa defesa do goleiro George. O Tricolor respondeu com Pedro que cobrou falta com categoria mas a bola rabiscou o travessão e saiu.

Sabão entra e limpa defesa do Cesso

O forte calor na Bariri fez as duas equipes cadenciarem o ritmo e o jogo ficou menos movimentado no restante da primeira etapa. A Cabofriense soube explorar bem a linha de impedimento e quando Vinícius recebeu a bola cara a cara com George, a bandeirinha já havia levantado. Em seguida, Vinícius quase abriu o marcador. O atacante invadiu a área pela esquerda e chutou forte, mas George salvou.

Assim como no primeiro tempo, o Bonsucesso voltou do intervalo tentando abrir o placar. Vinícius, sempre ele, arriscou de fora da área. O atacante rubro-anil soltou uma tijolada certeira que obrigou George a fazer uma defesa muito difícil.

Depois da parada técnica, Roy organizou seus atletas que voltaram mais ofensivos. Abner criou grande jogada, mas acabou mandando para fora. Pedro também teve sua chance, mas acabou desperdiçando e permitindo a defesa de Léo Flores.

O dia seria mesmo de Sabão, a carta que Roy guardava na manga. Com apenas cinco mi nutos em campo, o atacante recebeu um passe longo, tirou Américo da jogada e finalizou no canto esquerdo de Léo Flores, sem chances de defesa. A bola ainda raspou a trave antes de parar no fundo do gol. 1 a 0 para os visitantes.

Sabão estava mesmo impossível e quase ampliou a vantagem aos 38, mas dessa vez, Léo Flores fez grande defesa impedindo o tento tricolor. No finalzinho, o Leão da Leopoldina ainda pressionou. Américo teve chance de empatar mas mandou a bola na trave e o Tricolor Praiano se fechou e garantiu os três pontos que o livraram completamente do rebaixamento.

Na próxima rodada, a Cabofriense cumpre tabela encarando o Tigres. Já o Bonsucesso, faz um jogo decisivo contra o Campos, em Cardoso Moreira. O Roxinho tem 5 pontos e o Rubro-Anil tem 6.

BONSUCESSO 0 – 1 CABOFRIENSE

Estádio Mourão Filho – Rio de Janeiro, RJ

Árbitro: Marcelo de Lima Henrique

Assistentes: Diogo Carvalho Silva e Diego Luiz Couto Barcelos

Bonsucesso: Léo Flores; Wander, Américo, Vitor e Ramon; Jussa, Júnior (Michael, 40’/2ºT), Magno e Geovani; Vinicius (Rodrigo, 31’/2ºT) e João Carlos (Dudu, 27’/2ºT). Técnico: Duílio.

Cabofriense: George; Victor Silva, Leandro Euzébio e Douglas Assis; Pedro, Levi (Gama, 14’/2ºT), Kaká Mendes (Diego Silva, 36’/2ºT), Rafael Pernão e Sanchez; Abner e Matheus Leandro (Sabão, 27’/2ºT). Técnico: Antônio Carlos Roy.

Cartões amarelos: Ramon (BFC); Kaká Mendes e Diego Silva (ADC)

Gols: Sabão, 33’/2ºT (0-1)


SINTONIZE AS

NOSSAS RÁDIOS

NO AR | Web Rádio Jovem Carioca